Logo HVAC-R
Logo Abrava
Logo Apex Brasil
São Paulo, Brasil -
Português   |   Inglês   |   Espanhol
Página Inicial > Notícias

Feira de Construção em Dubai terá empresas brasileiras

07/11/2014
Oito companhias irão participar da Big 5 no estande organizado pela Câmara Árabe e pela Apex-Brasil neste mês. Expectativa é fechar negócios.

O estande brasileiro na feira Big 5, em Dubai, terá oito empresas de setores como pedras, esquadrias, cadeados e equipamentos elétricos. A Big 5 é a maior exposição do setor de construção do Oriente Médio e será realizada entre os dias 17 e 20 deste mês. O estande brasileiro na mostra, de 120 metros quadrados, é organizado em parceria entre a Câmara de Comércio Árabe Brasileira e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O diretor-geral da Câmara Árabe, Michel Alaby, afirmou que neste ano as empresas brasileiras ficarão no pavilhão das pedras e rochas ornamentais, um local mais movimentado do que os de edições anteriores, dentro do centro de exposições Dubai World Trade Centre. "Antes, havia menos visitas no setor em que estávamos porque havia um fluxo menor de clientes. Agora, poderemos ter mais negócios porque haverá uma presença maior de importadores. A afluência de visitantes ali é muito grande, de empresas que buscam diversos tipos de objetos", afirmou Alaby, que se reuniu com a organização da feira para buscar um lugar melhor para as empresas brasileiras.


Gestor de projetos da Apex-Brasil, Rafael Gratão afirma que a expectativa da agência é que o novo espaço dê mais visibilidade aos expositores do setor de pedras e às outras empresas que participarão da mostra. "A expectativa da participação brasileira neste ano é muito favorável, até mais do que foi em 2013 e nos anos anteriores. Há novas possibilidades em vista, além da chance de consolidar clientes e negociações que começaram no ano passado", afirmou. Gratão observou que o emirado de Dubai está superando a crise de 2008 e que existem estímulos para o setor de construção civil. "Poderemos até incentivar novas empresas a participar", disse em referência às próximas edições do evento.

Entre as empresas que irão participar da mostra estão Pettrus, Marbrasa, Gail e Summit, de pedras; Ceusa, de revestimentos cerâmicos; Pado, de fechaduras e cadeados; Fame, de equipamentos elétricos; e a Real Esquadrias.

Aurea Santos/ANBA

Alcântara (à dir.) e equipe: espaço maior para a edição deste ano

Esta será a terceira participação da Pettrus no evento. A empresa, que irá ocupar o espaço de três estandes, espera aumentar sua presença na região e fechar negócios durante a feira. O CEO da Pettrus, Maxwell Alcântara, afirma que a companhuia se preparou para entrar no mercado do Oriente Médio. Começou a visitar a Big 5 em 2005, se associou à Câmara Árabe e, em 2012, participou pela primeira vez. Voltou à Dubai no começo de 2013 e, depois, no fim do ano passado, para participar novamente da Big 5. Agora, ele irá de novo ao evento com apostas cada vez maiores no mercado da região.

"Não tenho dúvida de que nossa participação neste ano será melhor do que nos outros períodos, pois agora estaremos no nosso setor dentro da feira e teremos a oportunidade de mostrar nosso produto aos clientes que procuram por rochas", afirma. A Pettrus tem um representante em Dubai, que atende todo o Golfo. No entanto, os negócios da empresa na região ainda estão concentrados em Dubai e Abu Dhabi. O executivo explica que seus contratos com os compradores locais não são de grandes volumes, pois ele trabalha com rochas exóticas, que são utilizadas geralmente para a decoração de espaços.

"Os clientes daquela região gostam muito das pedras nas cores brancas, marrom e verde. Dizem que não encontram este quartz branco em lugar nenhum do mundo", afirma Alcântara. As pedras comercializadas pela Pettrus são extraídas de jazidas na Bahia, depois processadas em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, antes da exportação.

Água quente

A fabricante de equipamentos elétricos Fame irá apostar em clientes de países africanos. De acordo com a trader da Fame, Maria Prado, esta é a primeira vez que a empresa participará da Big 5. "Nossa ideia é chegar aos clientes africanos, pois os fornecedores de Dubai abastecem a África."

Prado afirma que o foco da venda não são os países do Golfo porque neles a água do chuveiro é aquecida com gás, que tem custo muito baixo. Já nos países africanos, não há distribuição de gás como nas nações do Golfo e as pessoas ainda precisam tomar banho frio.

"Vamos levar o chuveiro elétrico para a feira. É um produto único, inventado no Brasil e produzido em escala aqui. É o sistema mais barato do mundo para esquentar água e é fácil de instalar. Nos países pobres a água é fria e o chuveiro elétrico faz sucesso nesses locais", afirma.

Esta também é a primeira participação da Real Esquadrias. O gerente de Exportações da empresa, Gustavo Ludwig, afirma que a empresa planeja ampliar suas vendas ao exterior e já teve demandas de potenciais clientes árabes. A meta da companhia é aumentar a participação das exportações no faturamento dos atuais 5% para 30% em dois anos.

"Estamos indo para conhecer clientes, abrir mercado, colocar nossa marca lá e aumentar nossas exportações. Já tivemos demanda da região e sabemos que existe potencial lá. Atualmente, vendemos para América do Sul e Estados Unidos e sabemos que esta feira tem clientes importantes do Golfo e também da África", disse Ludwig, que irá apresentar a linha de portas de madeira maciça na Big 5.

Serviço:
Feira Big 5
Entre 17 e 20 de novembro
Dubai - Emirados Árabes Unidos

Fonte: ANBA

Programa Abrava Exporta
HVAC-R Brasil

Av. Rio Branco, 1492
CEP: 01206-001 | São Paulo − SP
Tel: 55 11 3361.7266 R. 120
Todos os direitos reservados®
www.abravaexporta.com.br

ContatoYoutubeContato